A Cidade






A Cidade
Formosa do Rio Preto - Bahia

Em 1628 D. João de Lencastro, 32º Governador Geral do Brasil (pesquisas dos Anais do 5º Geo. Brasileiro) mandou povoar o Território do Rio Preto, nome dado a essa região pela característica das águas do Rio Preto, que segundo o amor pátrio de sua gente, é o mais belo rio do mundo. Este rio, com um percurso de mais de 150 milhas, nasce nas proximidades da Cabeceira do Chapadão Oriental da Bahia, como o nome de Rio Cabeceira Nova, recebendo adiante o nome de Rio Preto que, juntando a seus afluentes vai despejar suas águas no Rio Grande nas imediações do Buqueirão.

Dentre esses afluentes destaca-se o Rio Sapão que, apresentando um belo cenário preparado pela natureza, junta suas águas ao mesmo em um lugar hoje denominado São Marcelo; também o Rio do Ouro, onde em 1630 foram encontradas algumas porções desse metal e ainda o Riação. A habitação dessa região ocorreu com a vinda da Família Real para o Brasil, onde já se encontrava na região o Sr. João Amado Viana, fidalgo português. Transportado para o Brasil como degredado por dirigir graves ofensas a uma dama da Corte, sendo ainda expulso da Universidade de Coimbra, dono de opulenta riqueza e com seus inúmeros escravos chegou a cultivar nestas trigo na Fazenda Cana-Brava e posteriormente nas terras onde se localizava a Fazenda Várzea Formosa, hoje município de Formosa do Rio Preto.

Gentílico: formosense

Formação Administrativa

Nos quadros de apuração do recenseamento geral de 1-IX-1920, figura no município de Santa Rita do Rio Preto o distrito de Formosa.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o distrito de Formosa, figura no município de então denominado Rio Preto.

Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937.

Pelo decreto-lei estadual nº 141, de 31-12-1943, confirmado pelo decreto estadual nº 12978, de 01-06-1944, o distrito de Formosa tomou a denominação de Itajuí e Rio Preto (ex-Santa Rita do Rio Preto) a chamar-se Ibipetuba.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o distrito de Itajuí (ex-Formosa), figura no município de Ibipetuba (ex-Rio Preto).

Pela lei estadual nº 628, de 30-12-1953, o distrito de Itajuí teve seu topônimo alterado para Formosa do Rio Preto.

Elevado à categoria de município com a denominação de Formosa do Rio Preto, pela lei estadual nº 1590, de 22-12-1961, desmembrado de Ibipetuba. Sede no atual distrito de Formosa do Rio Preto. Constituído do distrito sede. Instalado em 07-04-1963.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Alterações toponímicas distritais

Formosa para Itajuí, alterado pelo decreto-lei estadual nº 141, de 31-12-1943, confirmado pelo decreto estadual nº 12978, de 01-06-1944.

Itajuí para Formosa do Rio Preto, alterado pela lei estadual nº 628, de 30-12-1953.

Fonte: Confederação Nacional de Municípios; IBGE

 

 






Praça da Matriz, 22, Centro, Formosa do Rio Preto - Bahia - Prefeitura Municipal de Formosa do Rio Preto - Bahia | Cep: 47990-000

Tel: (77)3616-2125