quarta - 27 de outubro de 2021
33º Max
21º Min

Com assistência técnica permanente, pequenos agricultores de Formosa do Rio Preto apostam na cultura do alho

Publicado em: 04/6/2021

Projeto inicial da Secretaria Municipal da Agricultura prevê o cultivo de 1 hectare irrigado

Maior produtor de soja da Bahia e segundo do Brasil, Formosa do Rio Preto reafirma a sua vocação agrícola, marcando presença também nos rankings de produção de milho e algodão. Além de grãos e fibra, o maior município em extensão territorial do Estado plantou a semente inicial do alho. A diversificação de cultura é um dos projetos da Secretaria Municipal da Agricultura, Combate à Seca e Estiagem, que oferece assistência técnica permanente aos agricultores familiares. O projeto piloto, localizado na Comunidade de Angico, já está em andamento. A área destinada é de 1 hectare, mas neste primeiro ciclo foram utilizados 2.500m², totalmente irrigados.

“Na próxima safra vamos explorar toda a capacidade, mas este ano, devido à janela do plantio, que vai de março a maio, foi preciso reduzir a área cultivada, mas a ideia é não só plantar em 1 hectare como expandir futuramente, pois estudos agronômicos atestam a viabilidade técnica e econômica do alho em nosso município”, explicou o secretário Eronides Batalha.

Com preços atraentes no mercado, o alho pode proporcionar excelente rentabilidade às famílias que investem na cultura, podendo se tornar em a principal fonte de sustento de pequenos produtores rurais. O agricultor familiar Alisson é um dos que aposta neste cultivo. Só ele espera colher cerca de 2.500 Kg de alho, mas quando o projeto estiver funcionando em sua totalidade, a produtividade deve chegar a 14 toneladas por hectare.

Para que isso aconteça, técnicos da Secretaria prestam assistência agronômica aos pequenos produtores, compartilhando conhecimentos sobre tratos culturais, pH do solo, entre outros detalhes que garantem o sucesso da cultura.

Dircom