segunda - 21 de setembro de 2020
37º Max
17º Min
Predomínio de Sol

A Prefeitura de Formosa do Rio Preto publicou o Decreto nº 13/2020 nesta terça-feira (31/03)

Publicado em: 31/3/2020

A Prefeitura de Formosa do Rio Preto publicou o Decreto nº 13/2020 nesta terça-feira (31/03) revogando os Decretos nº 10, de 18 de março de 2020, e n° 12, de 24 de março de 2020, e estabelecendo medidas temporárias e emergenciais adotadas na prevenção e controle da Covid-19 (Novo coronavírus).

O novo texto mantém diversas recomendações anteriores, reforçando-as, e flexibiliza o funcionamento das atividades econômicas no município, limitando aglomeração de pessoas e impondo práticas de prevenção à propagação do vírus e contaminação das pessoas.

Está mantida a restrição em relação a entrada de veículos de outras cidades em Formosa, com a continuidade do trabalho da barreira sanitária.

Entre as mudanças, está a permissão da realização de missas e cultos religiosos desde que observado a limitação de 40 pessoas por vez e a distância prudencial entre elas de 2 metros, bem como que sejam adotadas medidas de prevenção e controle da disseminação do Coronavírus, disponibilizando itens necessários para higienização.

As aulas das redes Municipal e Particular continuarão suspensas, agora por tempo indeterminado.

Os estabelecimentos comerciais, varejistas ou atacadistas, fornecedoras de bens ou prestadoras de serviços poderão funcionar, adotando as medidas recomendadas de prevenção e controle ao avanço da Covid-19. Com exceção de:

•Bares e academias de ginásticas que devem permanecer fechados;

•Restaurantes e lanchonetes que só poderão funcionar de forma delivery ou retirada pelo cliente;

•hotéis, pousadas e similares receberem apenas pedidos de reservas para hóspedes que venham a realizar abastecimento do comércio local;

•Os bancos, lotéricas, caixa aqui e correspondentes devem funcionar apenas para saque e serviços essenciais, restringindo o número de pessoas dentro das agências para evitar aglomerações e disciplinando eventuais filas na frente dos estabelecimentos para cumprir com o distanciamento recomendável de 2 metros entre as pessoas.