segunda - 14 de outubro de 2019
35º Max
21º Min
Predomínio de Sol

Resgate e valorização histórico-culturais são destaque no Desfile Cívico da Independência em Formosa do Rio Preto

Publicado em: 09/9/2019

Formosa do Rio Preto comemorou os 197 anos da Independência do Brasil com o tradicional Desfile Cívico de 7 de Setembro, saindo da Rua Professora Rosita Teixeira, passando pela Avenida da Matriz, Rua da Travessa (Centro Histórico) e concluindo na Avenida Brasil, neste sábado (07/09).

Contou-se com a participação das escolas da rede municipal de ensino – Eliezer Rabello; Djalma Bessa; Nossa Senhora Aparecida; Benedicto Araújo; Virgem de Fátima (Malhadinha); Coronel Francisco Ângelo (Canabrava), Luiz Viana Filho (Intans); Presidente Cosa e Silva (Arroz de Cima); Joaquim Alexandre da Silva Filho; Coração de Jesus – e rede estadual de ensino – Centro Territorial de Educação Profissional Vale do Rio Preto; Colégio Estadual Isabel Araújo da Silva e Colégio Estadual Nossa Senhora Aparecida e das associações de Capoeira Meia Lua de Compasso e Mestre Zé Maria.

Acompanharam o Desfile Cívico, o prefeito do município, Dr. Termosires Neto, a primeira-dama e secretária de Políticas Estratégicas, Ronúbia Setúbal, a Secretária Municipal de Educação, Luzinete Oliveira, o presidente da Câmara Municipal, José Edimilson, os vereadores Manuela e Netinho, secretários e equipes do governo municipal e comunidade em geral.

Resgate e valorização da cultura e do povo
De acordo com a Secretária de Educação, Luzinete Oliveira, com o tema “Gigante pela Própria Natureza”, o evento representou a grandiosidade histórica, cultural e do patrimônio natural do município e foi conduzido pela fanfarra regida por Nicinho, montada com a integração de diferentes gerações, com os veteranos das tradicionais fanfarras formosenses do passado e os alunos da Escola Municipal de Música 22 de Dezembro.

Logo na abertura, esteve a ala com os alunos do Atendimento Educacional Especializado (AEE), da Educação Especial, ação inédita em Formosa de promoção da inclusão social para pessoas com deficiência. Além disso, esse grupo trouxe outra temática à tona. Representando as comunidades tradicionais, os estudantes mostraram “Capim Dourado: Nosso Ouro Natural”, apresentando as peças artesanais feitas com capim dourado pelas artesãs da localidade de Cacimbinha, Gerais do Rio Preto, especialmente produzidas para o desfile com o objetivo de mostrar a cultura e história daquela região.

Outro destaque foi a homenagem da Escola Presidente Cosa e Silva para a professora, escritora e historiadora Éster Dias de Araújo – a dona Tezinha.