segunda - 21 de setembro de 2020
34º Max
19º Min
Predomínio de Sol

Nossa História

Publicado em: 08/11/2018

Segundo informações da Confederação Nacional de Municípios, IBGE e dos livros da professora, escritora e historiadora Ester de Araújo Dias (a Dona Tezinha), o povoamento do Território do Rio Preto foi ordenado pelo D. João de Lencastro, o 32º Governador Geral do Brasil, em 1628.

Um dos primeiros desbravadores dessas terras foi o fidalgo português João Amado Viana, degredado de Portugal para o Brasil por ter dirigido graves ofensas a uma dama da Corte. Ele ocupou, com sua grande riqueza e inúmeros escravos, a região da Fazenda Cana-Brava, onde chegou a plantar trigo, e também a Fazenda Várzea Formosa, áreas que ajudaram a formar o município de Formosa do Rio Preto.

Em 1920, Formosa constava como um distrito de Santa Rita do Rio Preto – atual Santa Rita de Cássia. Já em 1933, continuava como distrito desse mesmo município que passou a se chamar Rio Preto. Seguiu assim até emancipar-se.

Com o decreto-lei estadual nº 141, de 31-12-1943, confirmado pelo decreto estadual nº 12978, de 01-06-1944, o distrito de Formosa passou a ser denominado de Itajuí (pedra bonita) e Rio Preto (ex-Santa Rita do Rio Preto), Ibipetuba. O atual nome foi fixado pela lei estadual nº 628, de 30-12-1953, que alterou o nome do distrito de Itajuí para Formosa do Rio Preto.

Foi desmembrado de Ibipetuba, atual Santa Rita de Cássia, pela lei estadual nº 1590, de 22 de dezembro de 1961, conquistando a sua emancipação político-administrativa e sendo alçado à categoria de município. A instalação do mesmo ocorreu no dia 7 de abril de 1963.